ATÉ LOGO IMPEACHMENT


Apesar de o recuo ter gerado constrangimento e enfraquecimento da imagem do Senador Aécio Neves junto a uma parte do seu eleitorado, o PSDB agiu corretamente em desistir - ao menos por ora - do pedido de impeachment da Presidente Dilma. O partido tinha muito mais a perder, do que a ganhar.

A POBREZA DO DEBATE SOBRE A DELINQUÊNCIA JUVENIL NO BRASIL


Samuel Farias - Delinquência Juvenil
O homem nunca teve rumo. Em todo o tempo ele procurou explicações sobre a sua existência e as questões que o cercam, mas nunca soube aonde procurá-las. Inventou a roda, o avião e as chamadas de vídeo a longa distância de um aparelho celular, porém jamais conseguiu resolver os enigmas mais importantes da vida. Não há consenso, exceto em grupos que se isolam e, consequentemente, se opõem, contudo esse consenso se dá por meio de uma compreensão unilateral da questão. A mente do homem tem dificuldade para unificar o que está em oposição. Geralmente optamos por uma das alternativas e, deste modo, não vemos como - não raro - elas se completam.

Investir no modelo brasileiro de educação pública não dá retorno


Salário dos professores teve aumento de mais de 100%,
mas a qualidade do ensino piora nas escolas públicas
Em nossa sociedade existe uma crença generalizada e frenética tão enraizada na mentalidade popular de que se o governo gastar mais em educação pública, então, fatalmente, ela vai melhorar. Mesmo diante de uma gama de evidências que desmentem, os arautos insistem negar a realidade num fenômeno semelhante à dissonância cognitiva.

Os apóstolos dessa ideologia pedem agora que o Brasil destine 10% do seu PIB para a educação pública, que o salário do professor seja alto e o ensino seja em tempo integral. Segundo eles, com essas três medidas o país se tornará rico, os problemas serão sanados e haverá qualidade de vida.

O perfil do médico brasileiro - Como é? por que é? Precisa ser assim?


O CREMESP traçou o perfil dos recém-formados em medicina em São Paulo e constatou que o perfil do médico paulistano é mulher, jovem, branca, que apenas estudou, e, cuja renda familiar menos de 3% da população brasileira tem acesso.

Não há problema algum em ricos escolherem uma profissão e nem em haver ricos, o país precisa de mais ricos e de que mais brasileiros se profissionalizem.