A felicidade não existe ou ela é um mal social


Samuel Farias -
A felicidade não existe ou ela é um mal social
Havia um antigo provérbio grego que dizia que "a melhor das coisa é não nascer", deixando clara a ideia de que é impossível impedir o sofrimento, todavia para o filósofo Epicuro felicidade é não sentir dor. Ora se felicidade é não sentir dor, e ela é inevitável, então será possível o homem ser feliz? E se não, a felicidade de fato existe ou é apenas uma ilusão?

Segundo Aristóteles "toda arte e toda investigação, bem como toda ação e toda escolha visam um bem qualquer" e que todo bem que desejamos tem como fim o sumo bem que é a felicidade. Lao-Tsé já dizia que a felicidade nasce da infelicidade, pois é o sofrimento físico ou psicológico, real ou imaginário que nos move na busca do alívio. É a dor que nos dá razão para conseguirmos alegrias e as coisas que damos valor.

Atualmente o Facebook é o local onde as pessoas cultuam a felicidade como a razão de suas vidas, porém isso não é recente, a nossa espécie sempre a idealizou. Para o homem selvagem a felicidade era um lugar seguro para dormir, onde pudesse se abrigar do frio e da chuva, não precisar arriscar sua vida em uma caça para se alimentar e alguém com quem pudesse copular.