A censura e a oposição ao belo


Samuel Farias - Izabel Goulart se despede do
Rio de Janeiro e mostra corpo perfeito
Eu não tenho o hábito de buscar notícias sobre personalidades da mídia, mas muitas pessoas tem esse hábito. O consumo de notícias de fofoca e sobre a vida alheia é alto e se dá na medida que há enorme demanda. As pessoas desejam saber, o empresário quer informar e, não raro, a própria personalidade quer ser retratada. Eu considero fútil esse tipo de informação, mas aquilo que eu dou valor e aquilo que eu não atribuo valor não devem ser imputados aos demais. Cada um deve dar valor aquilo que lhe der significância. 


Escândalozinhos


Samuel Farias - Eduardo e Aécio protagonizam os escândalozinhos
Dois microescândalos agitaram a corrida ao Palácio do Planalto. Na propaganda de Eduardo Campos foi mostrado uma faculdade particular como se fosse pública e na propaganda de Aécio Neves a van que o Presidente do PSDB aparentemente estava comete uma grave infração de trânsito.

A política nas escolhas das palavras



O fazer política no Brasil é repleto de sutilezas e uma delas é a escolha das palavras. Quando Dilma escolheu o seu "presidenta", seus opositores atacaram e evitam usá-lo, enquanto que os seus apoiadores não se cansam de repetir a expressão que não esta errada.

Com Marina Silva também observamos a expressão a serviço da política. Aqueles que são favoráveis se referem a sua empreitada como 'a' Rede e os que são contra dizem 'o' Rede e embora os dois estejam corretos gramaticalmente a escolha dessa pequena palavra representa um enorme indício da mensagem e do posicionamento político que se pretende dar. Note